Páginas

Uma nova semana começa e me senti como se tivesse sido atropelada. Além de toda a questão do concurso, com correria, contratempo para encaminhar a documentação e o medo de perder minha colocação (agora que senti o gostinho fica dificil abrir mão), teve ainda os problemas de saúde que se abateram na casa desde ontem que me fez tirar forças não sei dá onde para resolver tudo e hj uma fraqueza fora do comum. Espero estar recuperada amanhã, pq a semana será pesada.
É como diz minha frase de exibição no msn, minha vida está de cabeça para baixo! É como fazer um flashback de janeiro de 2005. Essa semana está sendo um misto de sentimentos, tanto que nem consigo me expressar fazendo o que mais gosto que é escrever. Como tudo começou? Segunda, aguardando o resultado do concurso de Jaraguá, me deparei com uma notícia que jamais poderia esperar: eu em primeiro lugar? Parecia uma piada. Mas não era, de repente eu cai na real e pela primeira vez senti que vou deixar meu trabalho mais rápido do que imaginava. Já era tarde e não tinha para quem contar. No dia seguinte, indiretamente contei para um, mas pedi que não houve alarde, depois contei para meu querido amigo, que por sinal ficou felicissimo por mim, contei para amigos de fora do trabalho, mas ainda não estava satisfeita, algo estava me corroendo por dentro. Só ontem que contei para uma amiga de lá e o quebra-cabeça foi se montando me mostrando que se eu realmente quiser isso, muito havia para ser feito, inclusive deixar o chefe a par e foi o que fiz. Com tudo isso, abri mão do curso que ia ministrar e fiquei vagando pela cidade até ir na ACE e resolver a questão da pós. Então segui meu rumo e pela primeira vez senti uma dor dentro de mim, tudo se tornou tão real, que chorei. Estava fora de mim que quase perdi os documentos da pós, chegou a ser cômico depois que estava resolvido. Então hoje foi como se nada tivesse acontecido. Preciso despachar os documentos amanhã para Floripa e não tive resposta do sindicato, o que está me deixando angustiada, é como ver uma chance escapando por entre os dedos. Bem, enquanto eu escrevia o prof. me ligou e vai me fornecer a declaração conforme encaminhei, pelo menos estou tentando. Depois disso vai começar a angustia de esperar o resultado que pode demorar até duas semanas, acho que vou ficar louquinha enquanto isso. O pior é ter que manter sigilo, fico com tanta vontade de abrir logo o jogo pra galera, mas não posso, enquanto isso tenho que trabalhar direitinho para não deixar problemas pelo caminho! No meio desse turbilhão não posso esquecer de registrar o momento maravilhoso que estou vivendo, parece um sonho, mas que espero que logo se torne real e que me permita dizer a todo mundo que alguém gosta de mim outra vez e pela aquilo que sou. Suas msgs são cada dia melhores e me deixam mais envolvida, esperando, sonhando e curtindo cada momento, sem pressa. Com certeza essa é uma das grandes lições que tira desse momento, ter paciência e apreciar cada pequeno momento.
Fiquei distante durante alguns dias... nada que não fosse previsto. Conforme os dias correm acabo deixando a rotina apagar minha inspiração, mas se for da vontade de Deus, ainda terei muita inspiração para escrever. Já passou uma semana desde que essa história começou. No domingo indo para Jaraguá não pensei em nada, só deixei as coisas acontecerem. Foram dias de angustia até que ele me disse o que eu tanto precisava ouvir, já estava sentindo que começava a ter ideias para minar algo que estava tentando florescer. Mas agora sei que é preciso ter paciência e deixar que as coisas aconteçam naturalmente, cada coisa ao seu tempo. Vou respeitar o tempo dele, assim como sei que haverá um momento que eu precisarei de tempo, principalmente qdo for para encarar a história de verdade. É uma experiência tão estranha e ao mesmo tempo tão gostosa que nem sei descrever. Só sei que vou aproveitar cada parte, cada palavra, sem pressa, qdo as coisas forem para acontecer e isso quem irá definir é ele eu desejo estar pronta. Eu sinto algo mudando dentro de mim e é uma sensação muito boa, que não quero perder. Quero cultivar esse sentimento que aos poucos está tomando espaço dentro do meu peito e ver o que acontece.

Agora me recolho pq ontem só deitei tarde, tudo pq deu um virus no pc e não sosseguei enquanto não acabei com ele, tava peguei o gabarito do concurso, não foi animador, fazer o que, o que é meu tá guardado!

Me peguei entorpecida por uma pessoa quem nem rosto para mim tem, salvo a vaga lembrança de algo que faz mais de um ano. Eu pedi para amar de novo e parece que isso esta prestes a acontecer, tenho até medo de ficar feliz, pq de repente posso perder tudo que nem tenho, quase não me reconheço pq faz tanto tempo que não sinto isso. E minha cabeça mudou tanto tbm só falta aplicar isso na prática. Estou com medo de ter falado algo que o afaste de mim ou o faça perder o interesse. Estou pirando essa é a real, mas eu preciso ficar calma e acreditar q isso não é um sonho.
Minha cabeça vem se ocupando de outras coisas, ao mesmo tempo que abandono certos paradigmas... o ano começou diferente essa é a verdade. Aquele a quem dediquei meus pensamentos, minhas lágrimas já não habita com tanta intensidade minha mente, já era hora, é verdade e não tenho pesar em agir da forma que estou agindo. Acho que sofri tempo demais com isso. Acabou! Dizer que nunca mais vou me pegar pensando nele, desejando, sentindo saudade e até chorando pelas coisas que aconteceram seria mentira, mas não vou mais perder meu tempo com alguém que escolheu seu caminho e que vai passar a vida todo escondendo do mundo que fui importante em sua vida. Lamento que ele não tenha coragem suficiente para assumir, prefere ficar encoberto, tudo outras pessoas podem o ouvir agora, eu já não sirvo mais, que assim seja então, já não me importo. Cansei de ser desprezada, colocada de lado, agora é minha vez. Deixe que o tempo se encarregue de fazê-lo sentir minha falta, se é que algum dia isso realmente vai acontecer, enquanto isso ele será apenas mais um que tenho que conviver durante o meu dia.
Estou sem muita paciência de escrever hoje, alias desde ontem que estou meio sem motivação. Na verdade o que tem me deixado assim é essa droga dessa crise outra vez que não me dá sossego. Me deixa agoniada, desconfortável e o tempo todo com medo, já que hoje não tomei remédio, gostaria de não ter que tomar. Essa madrugada foi uma tortura acordar as 4h e não conseguir dormir, por causa da sensação de achar que havia dor e ela estava aumentando. Agora não está diferente, mas espero cair na cama, apagar e só acordar amanhã de manhã com o despertador, se Deus quiser! O que queria registrar foi o retorno ao trabalho, que para mim foi o mais animado dos 3 anos que estou lá... mas não menos tumultuado e corrido. Vários atendimentos telefonicos e alguns pessoais. Fora o atendimento ao público interno e uma certa gracinha que tive que escutar outra vez, mas como diz a mama talvez o fato tenha mexido tanto com a pessoa que ela não consiga esquecer, o fato é que me deu vontade de perguntar quantas vezes ainda vai me jogar isso na cara... Voltei para casa caminhando, debaixo de um sol danado, até fiquei com algumas marquinhas, pra não perder o costume. Ah, outra coisa, a Cris me convidou para ir pra praia com eles, vejo uma esperança de ver o mar uma vez pelo menos!!! Viva!!!
Tudo corria bem, até que próximo da hora de me deitar fui surpreendida por uma dor, nem acreditei que aquilo estivesse acontecendo novamente. Tomei o remédio e pedi a Deus que ela não viesse tão forte. Apesar de ter dormido mal também não tive uma crise forte, mas foi assustador, hoje ainda está sendo, pq não estou 100%, só espero que se tiver algo para deixar meu corpo que vá bem rapidinho, pq segunda está aí e tenho muito trabalho a fazer. Não cheguei a produzir muito, salvo ter organizado armários e gavetas do quarto da mama e hoje limpei a casa. Tive uma supresa agradável hoje, ainda não vou dizer do que se trata, quero ver primeiro no que vai dar, o que vai acontecer. Está uma chuva muito agradável, mas aqui está abafado, agora está tocando NXZero - Pela Última Vez, acho que ouvi tanto isso indo e voltado de Curitiba que fiquei viciada. O bom é que não tenho ficado deprimida e isso é maravilhoso e vou continuar lutando para que tristezas como vivenciei no inicio de 2006 não se repitam. Acho que estar bem resolvida com esses fatos tem prejudicado meu poder criativo, mas em algum momento vou conseguir escrever a nova e terminar a velha, que já está bom demais. Enquanto isso preciso dar uma geral nos meus escritos, principalmente minhas poesias que andam espalhadas pelos quatro cantos e tentar participar de alguns concursos esse ano. Está na hora de marcar meu nome outra vez, afinal isso é muito importante para mim e minha promessa é apenas me preocupar com o que é importante e me faz bem, o resto é passado!
O dia continuou a toda. Resolvi revirar as gavetas, a estante e tentar deixar a aparência mais decente. No final acho que ganhei um pouco de espaço. E isso me deixou muito feliz. Agora estou em dúvida onde vou atacar amanhã. Ainda há vários lugares que precisam de uma ajeitada e talvez devesse mesmo atacar a última porta do corredor para na semana que vem tirar o tempo livre para estudar um pouco. Estou confiante de que tenho chance, está 14 pra 1 e preciso acreditar que sou capaz, senão quem acreditará? Agora falta pouco para retomar minha rotina e acho que no final das contas ainda cultivo aquele pensamento de me desligar antes dele, não sei algo dentro de mim persiste em dizer que será muito difícil em superar a ausência dele... Bem, ao menos o calor deu uma tregua, mas não sei por quanto tempo, preciso retomar minha rotina de exercícios físicos, pq até agora só fiz levantamento de garfo...
O ponto alto do dia foi arrumar meu armário... a coisa estava sinistra, mas agora tá bonitinho, falta muito ainda para eu organizar as coisas como desejo, mas só depende do meu empenho em tirar todas as tralhas espalhadas por aí do caminho para então, ganhar um pouco de espaço. Enquanto estou ocupada não penso besteira, mas tive dor de cabeça outra vez. Tenho tentado não estabelecer metas para meu dia-a-dia, mas sim hábitos que tornarão minha rotina, mais organizada, até pq se tudo der certo, vou precisar de toda a organização possível. Sei que não será fácil, mas é necessário que eu me habitue a ser organizada, a aproveitar melhor o tempo, pq senão vou ficar enrolada outra vez. Estava pensando agora, vou fazer o concurso de Jaraguá, mas nem sei pq... precisaria estar me preparando para ter alguma chance, a realidade é que nem sei o que quero. Gostaria mesmo de ter um pouco de paz, poder pagar minhas contas em dia e de preferência que eu pudesse fazer uma reserva, mas Deus sabe o que está reservado para mim e eu preciso lutar, lutar muito!
E chove nessa cidade... e trovoadas e tempestades percorreram meu dia tbm... nao fiz nada produtivo, nada que deve ser lembrado, apenas que trouxe do ano velho uma gripe, que continua comigo e o dia foi de ressaca, mesmo sem ter bebido o suficiente para ficar de "porre", o dia inteiro com dor de cabeça. Para falar a verdade agora ela me acompanhara no meu leito, mas espero que ela me deixe durante a noite para que pela manhã possa fazer algumas coisas que depois serão difíceis! Sei que temporais voltaram a acontecer, mas sei que fiz o que pude para permitir que a luz do sol imperasse nesse reino, mas nem tudo depende de mim... mesmo que eu não queira, sei que vou continuar tentando. Em tempo: recebi msg de feliz ano novo do Maycol, da Juli, da Cris, e uma especialissíma do San...