Páginas

Fui surpreendida logo após despertar com o som de aviso de recebimento de mensagem no celular. Saltei da cama e tive a grata surpresa de que a mensagem era dele. Fui fazer compras para as encomendas da semana e na volta respondi. É tão bom saber que ele não fica me criticando pelos meus grilos e me aceita como sou. O que posso fazer se nesse quesito a experiência não é meu forte. Sei que levo alguma vantagem sobre ele, mas a falta de entedimento e intimidade nos outros relacionamentos me tornaram esquisita nessa questão e fico sempre tateando para ver se o terreno é seguro para prosseguir. Eu desejo realmente que o que estou sentindo seja sincero, verdadeiro e duradouro, porque bom já é pra caramba. Quero poder gritar ao mundo que alguém gosta de mim e que gosto de alguém também, e que não importa o emprego que ele tem, sua formação acadêmica, sua aparência, o que importa é que nossa relação nos complete e nos mantenha felizes, já que ninguém faz ninguém feliz. Eu acredito realmente que posso gostar dele de verdade, porque não existe mais ninguém em meu coração, nenhuma esperança tola, nenhum sonho ou amor platônico, quero apenas viver cada dia, receber suas palavras e seus gestos com muita atenção e cuidado, quero viver algo que seja para mim e seja de verdade, não algo idealizado e nunca realizado. Quero que dure! Acredito que Deus está me oferecendo tudo que posso querer de momento, desafios, esperança e amor. Algumas coisas eu sei, nunca serão esquecidas, vão me acompanhar por toda a vida, mas por outro lado, não posso realmente esquecê-las, porque são por elas que me tornei quem sou. Algumas pessoas eu vou realmente amar por toda a minha vida, mas um amor puro e ingênuo, de amigos. Um amor pelas pessoas que escolhi e que me escolheram para compartilhar suas vidas por algum momento. Nada dura para sempre, vou ter que aceitar a distância de pessoas que são fundamentais para mim, mas cada um tem o seu caminho e se Deus quiser esses caminhos ainda se cruzaram. Da forma como as coisas estão caminhando só gostaria de poder resolver minha vida financeira, para me acalmar um pouco e viver ao invés de só ficar fazendo contas, mesmo que as vezes eu não as siga. Queria que as encomendas superassem minha espectativa. E claro, queria fazer meu primeiro livro ficar pronto e fazer o segundo deslanchar, mas quem sabe com meu novo emprego eu não consiga adquirir um bem que me auxilie nessa tarefa, já que adoro escrever viajando. Bem, o que sei é que algo dentro de mim mudou e quero que se mantenha assim, por isso não tenho pressa, quero tempo para fazer as coisas de forma a não estragar tudo depois.
Vejo os dias passando e simplesmente eu deixando de registrar o que vem acontecendo, quase duas semanas em silêncio, é tempo demais para me manter fechada. Ouço "When You're Gone" - Avril Lavigne, e penso me tudo que se passou. A possibilidade da minha saída, ou melhor a certeza de que mais cedo ou mais tarde isso vai acontecer, tem mexido com muitas pessoas e principalmente comigo. Na realidade acho que para mim a ficha ainda não caiu, ainda não me dei conta de que meu tempo está acabando. O primeiro ponto positivo foi saber que sou querida e importante na equipe. Depois uma reaproximação que é muito bem vinda. Tudo será novo eu sei. Cheguei a desfazer da minha decisão após um informação equivocada, mas que se fosse verdadeira teria mexido muito comigo, porque descobri que algumas pessoas fariam de tudo para não me perder. Além disso, essa semana dei o pontapé inicial para meu outro desafio: as aulas. Estive na escola e começo dia 03/03. As encomendas começam a se movimentar e depois de algum tempo começo a me sentir apaixonada, ou pelo menos muito envolvida. Tivemos um segundo encontro,que foi tremendamente melhor que o primeiro, com direito a pegar na mão e tudo, mas sem beijo, ainda, apesar de a vontade ter passado pela minha cabeça e agora sei que pela dele também. Deixei claro meus grilos em relação a isso, mas sei que ele ainda não deve ter recebido a mensagem, já que está viajando e lá o celular não pega direito. A grande novidade da semana foi o nascimento do meu sobrinho, é inexplicavel o que senti ao ver aquela criaturinha, não dá para descrever. Hoje fomos vê-lo novamente e ele continua lindo! Bom, em resumo as transformações que estão para acontecer na minha vida tem mexido com muita gente e eu só quero nunca deixar de ser importante. Nunca ser esquecida!
Como era de se esperar foi uma semana inesquecível. Com direito a enchente e tudo, para onde quer que eu olhasse havia um ruim sobre a ruim, nossa são imagens que não sairão mais da minha cabeça. Com o passar dos dias fui contando para um a um o que estava acontecendo e esperando a reação de cada um. Alguns mais eufóricos, outros nem tanto. O que sei é que conforme se aproximava o tão esperado dia da resposta, mais angustiada eu ficava e menos concentrada. O que era divertido nisso tudo era vê-lo mais ansioso do que eu, dava até vontade de perguntar se tudo isso era vontade de se livrar de mim, mas ele podia se ofender e tbm sei que isso não é verdade. Na quinta a resposta não saiu e apesar de toda ansiedade pelo resultado, havia mais algo povoando a minha mente: o tão esperado encontro. Como desejado, nada foi premeditado ou planejado, nos encontramos ao acaso antes da hora marcada, com um vaso de flores ele me esperava. Muitas palavras foram trocadas, momentos sobre a vida de cada um, fomos ao cinema, conversamos mais um pouco e qdo estavamos na estação trocando as últimas palavras senti que ele já deseja seguir para a próxima casa, mas não aconteceu e tbm nada foi dito, apenas de que deveriamos nos conhecer melhor. Sinto que causo uma comoção nesse tipo de rapaz e que efetivamente, talvez esse seja o melhor para mim. Muitas barreiras terão que ser quebradas para que a coisa de certo, mas sei que ele já tem muitas expectativas e apesar de aguardar ansiosa cada msg sua, ainda tenho muitas dúvidas.
Enfim, chegou a sexta-feira e logo cedo me deparei com a surpresa, o resultado se mantinha inalterado, eu continuava em primeiro. Tive muita vontade de chorar, mas não queria chamar atenção ainda. Mas aos poucos a notícia foi se espalhando e ocorreu uma sucessão de abraços e desejos de boa sorte que nem eu esperava que aconteceria. Chorei muito qdo ele me abraçou, saltando de sua cadeira ao ler a folha que eu colocara frente ao seus olhos. Foi muito bom e agora sei que muito precisa ser feito para corrigir meus erros, para deixar a casa em ordem e não cometer os mesmos equivocos do passado. Quero que a porta continue aberta... Agora o jeito é esperar a única certeza que fica é que meus dias lá realmente estão acabando...