Páginas

Sabe aqueles dias que você tem vontade acabar com sua própria existência, tamanha a ignorância que se aloja em sua mente as vezes? Pois é assim que estou me sentindo hoje, um ser desprezível e desprovido de inteligência. Fiz uma coisa ruim, involutariamente, na verdade não me atentei as consequências e acabei deixando uma pessoa querida com muita raiva de mim, decepcionada mesmo e provavelmente isso vai se refletir em outras tantas pessoas queridas também. Não o condeno afinal, nem me conhece, não tem como avaliar meu carater e eu estou tão decepcionada comigo mesma que só de pensar lágrimas me veem aos olhos. Para qualquer um pode parecer besteira, mas quem me conhece sabe que sou exatamente assim, quando cometo um erro eu sofro pra caramba, vira uma tragédia, mas sinto que isso realmente é, porque estava tudo caminhando tão bem e aí acontece isso... será que eu merecia mais esse tapaço da vida? Já pedi perdão, mas acho que nunca será suficiente e acho sinceramente que por suas palavras ele não vai nem olhar mais na minha cara, quanto mais me perdoar. Droga porque tenho que ser tão desatenta, que as vezes me esqueço de coisas tão óbvias? Caramba, estou muito chateada comigo e não há nada mais que possa ser feito para mudar isso, agora é tarde e vou perder o pouco que eu tinha conquistado, mas é bem feito, vou ter que conviver com isso. Recomeçar? Acho que não é possível, a porta de fechou e está trancada pelo lado de dentro...
Vivo de amores impossíveis, relacionamentos frustrados, mas parece que é a tristeza me alimenta, me impulsiona. Saindo de uma história dolorosa, antiga e com tudo para dar certo que acabou sem eu entender realmente por que, de repente me vi ocupando a mente com alguém que nem sabe que existo. Com o passar do tempo essa história tomou conta da minha mente e céus, estou apaixonada pelo homem mais impossível do mundo... Me encantei com um sorriso lindo, um olhar distante, um homem centrado, profissional, equilibrado, discreto, que na verdade eu não conheço, é um sonho, um desejo, mas que simplesmente não sai do meu pensamento. Meu coração delira quando o vê, enlouqueci acreditando que ele pode me enxergar de onde está. E ele é tão especial... Tento me convencer que tudo não passa de uma fantasia da minha mente, uma carência, mas basta que eu o veja para meu coração disparar, me trai... E podia ter sido qualquer, mas por algum motivo meus olhos cairam justamente nele. Suas fotos estão no meu computador, no meu celular... e paro diversas vezes ao dia, onde estou só para admirá-lo. Estou completamente entorpecida por esse sentimento e a verdade é que é apenas mais um amor platônico, provavelmente o mais doloroso de todos, porque não posso me aproximar, não posso me apresentar, não posso me fazer presente, estar perto, não tenho como fazer ele me notar, me conhecer, quisera que em seu grupo houvesse alguém em que eu pudesse confiar, que pudesse me aproximar, mas é tudo loucura, porque afinal não sou ninguém assim especial, sou comum, como que alguém como ele, tão importante, tão visado, vai dar atenção para mim? Sonhar é muito bom, mas não quero ficar no sonho, preciso me libertar disso senão vou sofrer muito e estou cansada de sofrer, meu coração não suporta mais...