Páginas

A gente entra na batalha e luta, mas as vezes sabe que por maior que seja seu esforça em buscar a vitória, a batalha já está perdida. Te amar foi minha ruina, pois sabia que era uma causa perdida, mesmo assim deixei esse amor habitar meu peito por tempo demais e agora preciso arrancá-lo daqui, mas ele está fortemente enraizado e sei que isso tornará esse processo muito mais doloroso. A batalha está perdida desde o início e eu insisti, fantasiei, mas agora sei, não há nada que possa ser feito, apenas te esquecer, porque você não foi nem nunca será meu.
Te amar me permitiu sonhar um pouco, mas não quero ficar sofrendo e chorando toda vez que não te ver, porque cedo ou tarde você ficará longe de mim, essa é a verdade e preciso aceitar isso de uma vez por todas. Que fique nas lembranças as palavras que você me disse, sem o intuito de me provocar nada, ou sei lá, não sei qual foi o propósito disso e que desencadeou tudo que estou sentindo. Que fique você e esse sentimento bem longe do meu coração, ele não precisa de mais motivos para doer, já tenho experiências suficientes para provocar isso.
Eu te amo, sim, hoje, amanhã e depois talvez, mas essa será a última vez que direi isso, tua foto sairá do meu celular, quero ficar o mínimo de tempo te olhando. Não posso conviver com a tua presença mais do que o necessário para não chamar atenção. Entretanto, mesmo decidindo te esquecer você sempre será importante e especial na minha vida e isso não esquecerei.

2 comentários:

Anônimo disse...

Gostaria de fazer das tuas palavras as minhas mas simplesmente não dá. Me escondi sobre a sombra do anonimato durante todo esse tempo, certo que eu poderia encontrar outra pessoa, certo que poderia superar tudo e seguir em frente, mas não dá. Este teu último texto despertou em mim uma urgência em falar contigo, ainda que apenas por meio da escrita. Eu sei, sou inconstante mesmo, disse-lhe que não te incomodaria mais, mas diante do teu sofrimento, como posso ser insensível a ele? Acredite, sofro porque sofres, e isso é mais forte do que a razão que teima em me lembrar que não fazes mais parte da minha vida. Meu coração me diz que não devo desistir de ti, ainda que não possa ter esperança de tê-la como minha namorada novamente. Então, porque eu insisto? Ainda que não haja volta, me contento em te acompanhar de longe. Eu queria te dar tempo, queria que o contato partisse de você, e assim será. Não espero nada com essa mensagem, não vou fantasiar nada, não vou criar expectativas, apenas quero lhe dizer que estou aqui, se precisar. Muitos podem me dizer que estou perdendo um pouco do meu orgulho, mas do que me adianta orgulho e não ser feliz? Se algum dia você entrasse em contato comigo, para tentar retomar ou recomeçar eu não diria não. Eu esqueceria de tudo, e voltaria sim. Mas se esse dia não chegar, espero que o tempo se encarregue de apagar o que eu sinto, porque jamais vou te esquecer. É isso Ketty, fique em paz, se precisar...

Márcia disse...

“EMBORA NINGUÉM POSSA VOLTAR ATRÁS
E FAZER UM NOVO FIM, PODE COMEÇAR AGORA
E FAZER UM NOVO RECOMEÇO”...