Páginas

Há tempos que não escrevo, apesar da vontade. Sinto que há muito a dizer. Tenho vivido momentos de muitas emoções, descobertas. Aprender a lidar com meus pensamentos, entender o que se passa em minha mente, o que fiz ao longo da minha história de errado que só tenho oportunidade de consertar nas relações futuras, como estou fazendo agora. Me sinto com 17 anos outra vez, uma adolescente descobrindo o beijo, o jeito de lidar, de tocar, o desejo, a necessidade de estar junto, coisas que só descobri agora apesar de já ter me relacionado antes. Estou mais madura, mais receptiva, livre das preocupações de me expor, de tomar iniciativa de demonstrar carinho. Sinto-me mais segura e talvez esse seja o fator fundamental e decisivo. Em conversa recente coloquei algumas informações na mesa para alguém que é responsável por quem sou hoje e com quem não fui muito sincera quando devia. Foi uma conversa muito boa e disso tiro o momento em que ele me disse que talvez sua passagem pela minha vida fosse para que eu pudesse me encontrar já que não estava pronta para receber o que ele tinha para me oferecer. Eu aprendo com a vida e vou superar tudo que ainda me incomoda. Um mês se passou e ainda não em amor, em amar. Lamento se a vida me ensinou que amar é mais do que posso sentir agora. Com isso, sei que ao menos uma vez estou sendo sincera comigo mesma e estou me dando uma chance, estou apostando e investindo em algo que não depende só de mim. Passei os anos me dedicando a sentimentos sem futuro, mas que me ensinaram muito a partir do momento em que pude enteder porque as coisas aconteciam.
Além disso vivo um momento de constante espera no lado profissional. Por um lado quero começar logo, mas por outro ainda estou muito agarrada as coisas e principalmente as pessoas é difícil saber que algumas delas simplesmente vão deixar minha vida quando eu sair, apesar de nunca deixarem meu coração. Essa é a etapa que ainda me falta cumprir. Começar de novo com tudo novo. Tenho medo as vezes do que me reserva o futuro, tantas novidades, experiências, riscos, mas uma coisa é certa: Deus estará do meu lado para me dar força e coragem para atravessar todas as adversidades.

0 comentários: