Páginas

É, eu estou pensando em você outra vez. Sei que não devia, mas hoje, mais do que em outros dias a saudade está me queimando por dentro. Te vi faz pouco tempo e ainda assim sinto a sua falta, falta de estar perto, que cresce a cada dia e eu sei que é completamente inaceitável o que estou sentindo, mas é mais forte do que eu, não consigo parar de sentir. Eu faria qualquer coisa para estar perto de você, para sentir teu cheiro, ouvir tua voz, sentir teu calor perto de mim. Qualquer coisa para te ter comigo, para que me enxergasse como sou, que o tempo pudesse parar, que o mundo acabasse e por um minuto que fosse, eu pudesse acreditar que você seria meu.


Me sinto tão tola e ao mesmo tempo tão vulnerável. Preciso te ver, mas te ver também me provoca dor, porque sei que teus olhos me enxergam como enxergam aos outros. Sou apenas mais uma... e o que tenho de você, sei que é a única coisa que terei. E isso me frustra e me coloca numa posição muito delicada, são muitos impedimentos e sonhar é completamente irresponsável. Me perguntou: e se eu desaparecesse de sua vida? Será que isso se refletiria em algo? Será que alguém acharia estranho? Sentiriam minha falta?


Só estando dentro do meu coração para saber o quanto é difícil conviver com esse sentimento e com tudo que posso perder se esse sentimento for revelado. É tão contraditório, tão assustador, mas ainda assim, tão puro... o desejo de compartilhá-lo é enorme, querer que você saiba, que de alguma forma me entenda, mas sei estou pedindo demais e o melhor que tenho a fazer é me manter na sombra, porque assim já dói muito sentir o que sinto. E o pior é saber que não posso oferecer nada além do que você já tem, na verdade acredito que só ofereceria perdas. Demorei demais para arrancá-lo do meu peito e agora estou intorpecida e assustada... não posso voltar atrás... e só queria que soubesses o quanto és importante para mim, mas você não faz nem idéia...

0 comentários: